oi Adolescência : o significado do corpo
 

Pagina Inicial da UNIFESP

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Matriz Curricular Seminários Estudos Pesquisas Adolescência : o significado do corpo

Adolescência : o significado do corpo

Programa de Pós-graduação em Educação e Saúde na Infância e na Adolescência - Universidade Federal de São Paulo
Linhas de Pesquisas
01 - A Integridade Física, Emocional e Intelectual da Criança e do Adolescente
02 - Questões Relacionadas à Infância e Adolescência na Formação de Educadores e Profissionais da Saúde
Vulnerabilidades e Riscos na Atenção Integral ao Adolescente
Seminário de Estudos e Pesquisas
Adolescência :o significado do corpo
Docente Responsável pela Disciplina - Profa. Dra.
Maria Sylvia de Souza Vitalle
ementa
Este seminário tem o objetivo de oferecer o aprofundamento e organizar debates para consolidar na formação do aluno os aspectos teóricos necessários para a reflexão crítica sobre as formas através das quais o adolescente foi e é convertido em objeto de ciência. Esse objetivo se complementa com a análise de textos fundamentais que permitem ao mestrando compreender a origem da argumentação científica que articulou conceitos por dentro de campos de estudos como a psicologia, as ciências sociais, e a medicina; culminando com a análise antropológica da história do comportamento adolescente na condição específica de conteúdo da ciência educacional.
O Seminário abordará:
- A História da Medicina do Adolescente
- Os marcos puberais: avaliação do crescimento considerado "normal"
- Marcas corporais: Piercings e tatoos - visão antropológica e social e suas implicações na atenção à saúde do adolescente
- O desenvolvimento na adolescência: Síndrome da Adolescência normal: das gangues às tribos
- Modismos: da alimentação ao comportamento social
- Vulnerabilidade risco: questões éticas
- Vulnerabilidade e risco: questões sociais
- Vulnerabilidade e risco: questões psicológicas
- Vulnerabilidade e risco: questões legais
- O adoecer na adolescência
- A interdisciplinaridade e a abordagem do adolescente
bibliografia
1. Moraes SP & Vitalle MSS. Direitos sexuais e reprodutivos na adolescência. Revista da Associação Médica Brasileira. 2012; 58 (1): 48-52.
2. Schoen-Ferreira TH & Vitalle MSS. Tenho mêdo de quê? Revista da Sociedade de Pediatria de São Paulo. 2012; 30 (1): 72-8.
3. Romão MS. Opinião, conhecimento e atitudes de adolescentes sobre a sexualidade: uma contribuição para professores, médicos e enfermeiros. [Tese Mestrado). Unifesp, 2011.
4. Sommerman. Inter ou transdisciplinaridade? Paulus: São Paulo, 2008.
5. D'Aurea-Tardeli D. Solidariedade e projeto de vida - a construção da personalidade moral do adolescente. Mercado de Letras: Campinas, 2011.
6. Schoen-Ferreira TH, Aznar-Farias M, Silvares EFM Adolescência através dos séculos. Psicololgia.: Teoria e Pesquisa 2010; 26 (2): 227-234.
7. Vitalle et al. O Setor de Medicina do Adolescente (Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente - CAAA) da Universidade Federal de São Paulo: uma experiência multiprofi ssional e interdisciplinar - o compromisso com a adolescência. Revista Adolescência & Saúde, 2010; 7(4):13-20.
8. Garcia et al. Do diagnóstico à ação: Programa de Atividades para o Paciente obeso (PAPo) - uma abordagem interdisciplinar com adolescentes. Revista Brasileira de Atividade Física & Saúde. 2010; 15(3): 189-194.
9. Vicentin VF. E quando chega a adolescência - uma reflexão sobre o papel do educador na resolução de conflitos entre adolescentes. Mercado de Letras: São Paulo, 2009.
10. Vitalle & Medeiros. Adolescência - uma abordagem ambulatórial. Manole: São Paulo, 2008.
11. Saito et al. Adolescência: prevenção e risco. Atheneu: São Paulo, 2008.
12. SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE DE SÃO PAULO. Adolescência e Saúde 3. 2008.
13. Medeiros et al. - Queixas mais freqüentes no Ambulatório de Adolescentes da Universidade Federal de São Paulo. Revista Paulista de Pediatria, 14(3): 122-3, 1996.
14. Romero & Vitalle - Perfil do adolescente atendido no Pronto-Socorro do Hospital Professor Edmundo Vasconcelos. Revista Paulista de Pediatria, 19(3): 107.
15. Vitalle - Feeding habits of adolescents in São Paulo City. Pediatric Nutrition Official Journal of the International Society of Pediatric Nutrition. 5: 19-23, dezembro 2002.
16. Grazzini et al. - Perfil de interesses de adolescentes. Pediatria Moderna 2002; 38(12): 555-60.
17. Pacheco et al. - Problemas de comportamento em adolescentes: estudo exploratório em ambulatório de adolescência clínica. Revista Paulista de Pediatria 21(2): 76-82, 2003.
18. Vitalle - Alguns pontos conceituais sobre sexualidade na adolescência. Revista Paulista de Pediatria. 21(02): 89-94, 2003.
19. Medeiros et al.- Adolescência e câncer de pele - fatores de risco e prevenção. Revista Paulista de Pediatria. 22(01): 49-55, 2004.
20. Silva et al. - Prevalência de dismenorréia em pacientes avaliadas no Centro de Atendimento e Apoio ao Adolescente da Universidade Federal de São Paulo. Revista Paulista de Pediatria. 22(02): 85-8, 2004.
21. Albino et al.. A sexualidade pelo olhar das jovens: contribuições para a prática do médico de adolescentes. Revista Paulista de Pediatria. 23(03): 124-9, 2005.
22. Romero et al. - O conhecimento das adolescentes sobre questões relacionadas ao sexo. Revista da Associação Médica Brasileira. 2007; 53(1): 14-9.
23. Basso \=SC y colaboradores. Sexualidade Humana - Aspectos para desarrollar docência em educación sexual. OPAS/OMS, 1991.
24. Silva et al. Proporção de anemia de acordo com o estadiamento puberal, segundo dois critérios diagnósticos. Revista de Nutrição PUC Campinas 2007; 20(3): 297-306.
25. Fátima Freire. Quem educa marca o corpo do outro.
26. Freitas MV & Papa FC. Políticas Públicas - Juventude em pauta. Cortez Editora: São Paulo, 2003.
Última atualização em Qua, 11 de Junho de 2014 19:39  

abril/2009