oi Formação de professores: perspectiva histórica e saberes profissionais da docência II
 

Pagina Inicial da UNIFESP

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Início Matriz Curricular Ementas Formação de professores: perspectiva histórica e saberes profissionais da docência II

Formação de professores: perspectiva histórica e saberes profissionais da docência II

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO E SAÚDE NA INFÂNCIA E NA ADOLESCÊNCIA


Título da Disciplina: Formação de professores: perspectiva histórica e saberes profissionais da docência II


(   ) Obrigatória:

(  X ) Optativa

(   ) Seminário

Dirigida a alunos de:

(    ) Mestrado

(    ) Doutorado

( X  ) Ambos

Professore(s) Responsável(is): Luciane de Fatima Bertini, Rosilda dos Santos Morais, Wagner Rodrigues Valente

Celular: (19) 99127 8339 (Luciane)

Dia da Semana: Quinta-feira

Horário: 14h-18h

Local: Centro de Documentação do GHEMAT - Rua Euclides da Cunha, 377 - Osasco ou atividades remotas


Objetivo(s) da Disciplina:

Discutir aspectos da história do saber profissional do professor.


Ementa:

História Cultural. Cultura escolar. A forma escolar. História do conhecimento. Saberes de formação do professor. Profissão docente. História do saber profissional da docência.


Bibliografia Básica


GINSBURG, C. Sinais: raízes de um paradigma indiciário. In: GINSBURG, C. Mitos, emblemas, sinais: morfologia e história. Trad, de Frederico Carotti. São Paulo: Cia. das Letras, 1989. p. 143-275. Disponível em:

https://edisciplinas.usp.br/pluginfile.php/4247156/mod_resource/content/1/GINZBURG%2C%20Carlo.%20Sinais%20ra%C3%ADzes%20de%20um%20paradigma%20indici%C3%A1rio.%20In%20_____.%20Mitos%2C%20Emblemas%20e%20Sinais.%20S%C3%A3o%20Paulo%20Cia.%20das%20Letras%2C%201989..pdf


BORBA, S.; VALDEMARIN, V. T. A construção teórica do real: uma questão para a produção do conhecimento em educação. Currículo sem Fronteiras, v. 10, p. 23-37, 2010. Dispinível em: http://www.curriculosemfronteiras.org/vol10iss2articles/borba-valdemarin.pdf


BOURDONCLE, R. Profissionnalisation, formes e dispositifs. Recherche et Formation, n. 35, p. 117-132, 2000. Disponível em:

https://www.persee.fr/issue/refor_0988-1824_2000_num_35_1?sectionId=refor_0988-1824_2000_num_35_1_1674


BURKE, P. O que é história do conhecimento? SP: Editora da UNESP, 2016.


CHARTIER, Roger. A história ou a leitura do tempo. Tradução de Cristina Antunes. Belo Horizonte: Autêntica, 2009.

CERTEAU, M. A Escrita da História. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1982.


HOFSTETTER, R.; SCHNEUWLY, B. Disciplinarização e disciplinação: as ciências da educação e as didáticas das disciplinas sob análise. In: HOFSTETTER, R.; VALENTE, W. R. (Orgs.). Saberes em (trans)formação: tema central da formação de professores. São Paulo: Livraria da Física, 2017. p. 21-54.


JULIA, D. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação, n. 1, p. 9-43, jan./jun. 2001.


MACHADO, M. H. Sociologia das profissões: uma contribuição ao debate teórico. In: Profissões de saúde: uma abordagem sociológica [online]. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ, 1995, pp. 13-33. Disponível em:

http://books.scielo.org/id/t4ksj/pdf/machado-9788575416075-02.pdf


VALENTE, W. R. (Org.). Ciências da educação, campos disciplinares e profissionalização: saberes em debate para a formação de professores. São Paulo: Editora Livraria da Física, 2020.


VINCENT, G.; LAHIRE, B.; THIN, D. Sobre a história e a teoria da forma escolar. Educação em Revista, Belo Horizonte, n. 33, jun. 2001.







 

abril/2009