2005 - Gallian - Cinema para o Estudante de Medicina: um Recurso Afetivo/Efetivo na Educação Humanística

 

Cinema para o Estudante de Medicina: um Recurso Afetivo/Efetivo na Educação Humanística

Movies for Medical Students: An Effective and Affective Resource in Humanistic Medical Education

1 Pablo González Blasco
2 Dante M. C. Gallian
3 Adriana F. T. Roncoletta
4 Graziela Moreto

1 Doutor em Medicina. Sociedade Brasileira de Medicina de Família. São Paulo, Brasil.
2 Doutor em História Social pela FFLCH-USP, Diretor do Centro de História e Filosofia das Ciências de Saúde da Universidade Federal de São Paulo. São Paulo, Brasil.
3 Médica de Família. Sociedade Brasileira de Medicina de Família. São Paulo, Brasil.
4 Médica de Família. Coordenação de Programas Científicos, Sociedade Brasileira de Medicina de Família. São Paulo, Brasil.

RESUMO

O humanismo é parte da formação do médico para construir-se como um profissional capaz de entender e cuidar de seus pacientes. As humanidades e as artes são recursos educacionais para promover o humanismo nos futuros médicos. O cinema é particularmente útil para educar a afetividade do estudante. Educar as emoções requer estratégias inovadoras modernas que vão ao encontro das necessidades do estudante. O processo vai além do ensino teórico de atitudes para, utilizando a cultura da emoção e da imagem na qual o estudante está imerso, promover a reflexão vital. A abordagem metodológica trabalha as emoções do estudante como ponto de partida para, através de grupos de reflexão, possibilitar a construção de conceitos na relação médico-paciente e criar o hábito da reflexão habitual que pode ser transportada para as atividades do cotidiano. O objetivo deste aprendizado é promover no futuro médico o exercício da reflexão, base do compromisso vocacional profissional. A metodologia pode ser usada em vários cenários de educação médica, sempre que os professores tenham familiaridade e gosto pelas humanidades e priorizem o aprendizado centrado no aluno.

 

PALAVRAS-CHAVE: Cinema; Materiais de Ensino; Educação Médica; Medicina de Família.

 

ABSTRACT

Humanism is a critical trait for physicians to learn for developing like professionals who are committed to understanding and caring for their patients. Humanities and arts are educational resources that can be used to develop future physicians’ humanism. Movies are a particularly useful resource for developing medical students’ affective domain (i.e., attitudes and beliefs). Teaching in the affective domain requires innovative instructional strategies that meet our learners’ needs and with techniques that are current and fit the students´ culture. These strategies must move beyond lecturing about theoretical concepts to using modalities that stir learners’ emotions, provide visual images, and promote thinking and reflection. The authors’ approach invokes learners’ emotions, aids the construction of concepts through reflection in groups, helps them learn new ways to strengthen physician/patient relationships and communication skills, and gives them a framework to reflect on and apply these important concepts in their daily lives. This innovative learning process aims to encourage the futures physicians to become selfdirected learners and develop career commitments. This methodology can be used in several educational sets for medical students and requires teachers who are familiar to humanities and to the student centered learning process.

KEY-WORDS: Cinema; Teaching Materials; Education, Medical; Family Practice.


Ler artigo completo

 

 


Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde - CEHFI
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Ministério da Educação

Rua Loefgreen 2032, Vila Clementino, São Paulo, SP.

Fones: 55-11-55764848 ramal 2533 ou 2532