Filosofia das Ciências da Saúde (Disciplinas Obrigatórias - Curso: Ciências Biológicas – Modalidade Médica)

São duas unidades curriculares: Filosofia e Bioética:

Unidade Curricular: Filosofia

Professor Responsável: Viviane Cristina Cândido

Contato: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Professora convidada: Nádia Vitorino Vieira

Série (Ano/Semestre): 1º Ano – 2º semestre    Curso: Ciências Biológicas – Modalidade Médica

Departamento: CeHFI - Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde

Carga horária total: 34

OBJETIVOS:

GERAL: Evidenciar os fundamentos que alicerçam a reflexão, prática e pesquisa do profissional biomédico.

ESPECÍFICOS:

- Propor aos alunos uma introdução à filosofia que dialogue com a realidade vivida por eles, em geral e no âmbito do curso;

- Investigar o tema de humanidades e humanização nas Ciências da Saúde interligando-o com a prática e a pesquisa;

- Vivenciar uma filosofia em relação com a vida que alicerce a prática profissional e de pesquisa;

- Apresentar, discutir e sintetizar as contribuições da filosofia da ciência para essa área específica de atuação.

EMENTA

No Curso de Ciências Biológicas – Modalidade Médica, a fim de tratar a Filosofia como parte da realidade, contaremos com o aporte da Literatura para discussão, análise e síntese de temas, a saber, introdução à filosofia; humanidades e humanização nas Ciências da Saúde; filosofia em relação com a vida; filosofia da ciência e filosofia na formação do cientista. Como resultado, esperamos contribuir com a construção da especificidade da filosofia das Ciências da Saúde.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1.  Introdução à Filosofia;

2. A especificidade da Filosofia das Ciências da Saúde;

3. O lugar da reflexão e da formação humanística na Universidade: Filosofia e Literatura;

4. Filosofia em relação com a vida – condição humana;

5. Filosofia em relação com a vida – sentido da vida;

6. Filosofia em relação com a vida – felicidade;

7. Filosofia em relação com a vida – tempo e finitude;

8. Filosofia da Ciência na especificidade das Ciências Biológicas: Técnica e desafios éticos;

9. Filosofia da Ciência na especificidade das Ciências Biológicas. Liberdade e responsabilidade na investigação nas Ciências da Saúde.

10. Filosofia da Ciência na especificidade das Ciências Biológicas: O ser humano como Criador;

11. Filosofia e a formação do profissional biomédico;

12. Obra literária como estudo de caso.

METODOLOGIA DE ENSINO UTILIZADA

Aulas teóricas expositivas, leitura e estudos dirigidos, discussões em grupos, seminários, produção de texto.

RECURSOS INSTRUCIONAIS NECESSÁRIOS

Computador e datashow; quadro para anotações; salas extras para trabalhos em grupo.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM

A avaliação será feita em três etapas, a primeira com base na participação do aluno e leituras realizadas; a segunda na apresentação de relatórios de discussão, individual ou em grupo e a terceira, um trabalho escrito, individual ou em grupo, acerca do livro Frankenstein, principal obra literária desse semestre no qual se espera que o aluno seja capaz de apresentar uma leitura temática da obra, relacioná-la com os conteúdos das aulas e, finalmente, relacioná-la com livros, filmes, séries e/ou acontecimentos contemporâneos.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
DOSTOIÉVSKI, Fiódor. Duas Narrativas Fantásticas. São Paulo: Editora 34, 2003.
SHELLEY, Mary. Frankenstein. São Paulo: Editora L&PM, 2005.
JONAS, Hans. Técnica, Medicina e Ética – sobre a prática do princípio responsabilidade. São Paulo: Editora Paulus, 2014. (Capítulos).

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
CHAUÍ, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Editora Ática, 2003.
FOUCAULT, Michel. Crise da medicina ou crise da antimedicina. In: Revista do NU-SOL – Núcleo de Sociabilidade Libertária. São Paulo: PUC, n. 18, pp. 167-194, 2010.
OLIVEIRA, Jelson Roberto de. O homem como objeto da técnica segundo Hans Jonas: o desafio da biotécnica. In: Problemata – Revista Internacional de Filosofia. João Pessoa: UFPB, v. 4, n. 2, pp. 13-38, 2013.
SÊNECA. A Vida Feliz. Trad. Luiz Feracine. São Paulo: Escala, 2009.

 

Unidade Curricular: Bioética

Professor Responsável: Viviane Cristina Cândido

Contato: Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Professores convidados:

Aluisio M. B. Serodio

Ana Flávia Popi

Nádia Vitorino Vieira

Taiza Stumpp

Série (Ano/Semestre): 3º Ano – 2º semestre    Curso: Ciências Biológicas – Modalidade Médica

Departamento: CeHFI - Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde

Pré-requisito:

Carga horária total: 34

Carga Horária p/ prática: 0           Carga Horária Teórica: 34

OBJETIVOS:

GERAL: A disciplina tem como objetivo apresentar aos alunos os fundamentos da Bioética aplicados ao exercício profissional do biomédico e à pesquisa científica na área.

ESPECÍFICOS:

- Oferecer aos alunos uma fundamentação filosófica e multidisciplinar em Bioética que lhes proporcione uma visão ampla e crítica da realidade;

- Proporcionar reflexões e vivências em sala de aula que evidenciem a possibilidade de uma prática profissional, atenta à realidade plural e diversa em que estamos inseridos; multidisciplinar e humanizada, a partir dos referenciais da Bioética.

- Contribuir para que os alunos que se dediquem à pesquisa tenham fundamentação e suporte para considerar os referenciais da Bioética em suas pesquisas e, consequentemente, volta-las para os interesses comuns.

- Possibilitar aos alunos o reconhecimento das implicações éticas e legais no exercício de sua função e/ou pesquisa.

EMENTA

Buscando dialogar e integrar-se, numa perspectiva multidisciplinar, com o Curso de Ciências Biológicas – Modalidade Médica, essa UC apresentará os fundamentos da Bioética buscando sua vivência desde a sala de aula, de modo que, quando do exercício profissional e/ou da pesquisa, o aluno egresso possa aplica-la nos diferentes âmbitos de sua atividade. Para tanto, utilizaremos a Literatura como ponto de partida e apoio ao longo do curso, considerando a obra Admirável Mundo Novo entendendo que, se toda teoria corre o risco do distanciamento da prática que dela necessita, a Literatura possibilita o estreitamento desses dois pontos, uma vez que propicia, direta ou indiretamente, uma aproximação do sujeito real à realidade do mundo, pelos olhos do autor da obra e daqueles que a leem e dela compartilham em discussões em grupo. Com essas discussões evidenciaremos o fato de que o comportamento ético tem como pressuposto um compromisso do indivíduo em relação com o outro, com o produto do seu trabalho, com a pesquisa e suas consequências, ou seja, uma nova postura do sujeito em relação às relações e ao seu fazer nas Ciências Biológicas.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1.  Fundamentação filosófica: A pessoa.

2.  Fundamentação filosófica: a vida humana e seu valor e a integridade do ser humano.

3.  O conceito de ética: multiplicidade de compreensões.

4.  Ética – Critérios e fundamentos para a compreensão e sua vivência nos diferentes âmbitos da vida humana.

5. A pessoa e a vida humana como fundamentos para a Bioética.

6.  História e bases conceituais da Bioética.

7.  A Ferramenta Principialista: os princípios da ética biomédica.

8.  Temas em Bioética na interface com a Biomedicina: Genética e Ambiente.

9. Obra literária como estudo de caso.

10.  Comitês de Ética em Pesquisa Biomédica.

11. Temas em Bioética na interface com a Biomedicina: Ética da pesquisa em Seres Humanos.

12. Temas em Bioética na interface com a Biomedicina: Ética em Pesquisa com Animais.

13. Avanços Tecnológicos em Saúde: interferência da tecnologia no início e fim da vida.

METODOLOGIA DE ENSINO UTILIZADA

Aulas teóricas expositivas e dialogadas, leitura e estudos dirigidos, discussões em grupo, a partir de filmes e textos literários, mesas redondas.

RECURSOS INSTRUCIONAIS NECESSÁRIOS

Computador e datashow; quadro para anotações.

CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO DO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM

A avaliação será feita em três etapas, a primeira com base na participação do aluno, filmes assistidos e leituras realizadas; a segunda escrita com perguntas objetivas a serem respondidas de forma dissertativa e a última resultante de uma síntese própria apresentada ao grupo oralmente e entregue por escrito.

BIBLIOGRAFIA BÁSICA
GUILHEM, Dirce et al. Pelas lentes do cinema. Bioética e Ética em pesquisa. Brasília: Letras Livres, EdUnB, 2007. (Capítulos).
HUXLEY, Aldous. Admirável Mundo Novo. Trad. Lino Vallandro Vidal Serrano. Rio Grande do Sul: Editora Globo, 2014.
RAMOS, D.L.P. Bioética: pessoa e vida. São Caetano do Sul: Difusão, 2009. (Capítulos).

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR
ENGELHARDT, Hugo Tristram. Fundamentos da bioética. Trad. José A. Ceschin. São Paulo : Loyola, 1998.
LAGRÉE, Jacqueline. O médico, o doente e o filósofo. Trad. Germano Cleto. Coimbra: Gráfica de Coimbra, 2003.
PESSINI, Léo. Problemas atuais de bioética. 10ª. ed., rev. e ampl. São Paulo : Loyola, 2012.
PESSINI, Leo; BERTACHINI, Luciana e BARCHIFONTAINE, Christian de Paul de. (Orgs.). Bioética, Cuidado  Humanização. São Paulo: Centro Universitário São Camilo: Edições Loyola: IBCC Centro de Estudos, 2014.

 


Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde - CEHFI
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Ministério da Educação

Rua Loefgreen 2032, Vila Clementino, São Paulo, SP.

Fones: 55-11-55764848 ramal 2533 ou 2532