Laboratório de Humanidades 2018/2º semestre

LABORATÓRIO DE HUMANIDADES XIII

Ciclo de Encontros e Discussões sobre Humanização em Saúde (2º semestre de 2018)

Tema: Escolhas, decisões e Humanização

(Livros: Fahrenheit 451, de Ray Bradbury + A Morte de Ivan Ilitch, de Tolstói)

Disciplina Eletiva para os Programas de Pós Graduação da UNIFESP (Campus São Paulo)

 

Período: Segundo semestre de 2018 (agosto – novembro: 10 encontros).

Professores Responsáveis: Dante Marcello Claramonte Gallian e Rafael Ruiz.

Professores Convidados: Maria Sílvia Logatti, Licurgo Lima de Carvalho e Yuri Bittar.

Promoção: Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde (CeHFi) / Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva do Dep. de Med. Prev. da EPM/ Programa de Pós-Graduação Ensino em Ciências da Saúde do CEDESS-UNIFESP.

Dias da Semana:

Terça-Feira, de 4/9 a 6/11

Sexta-Feira, de 24/8 a 23/11

Horários: das 12h15 às 13h45 (terças-feiras); das 12h00 às 13h30 (sextas-feiras).

Inscrições: https://goo.gl/forms/h1f0odYcAOJKu7ay2

Carga Horária Didática: 16.

Carga Horária Atividades: 60.

Créditos: 5.

Vagas: 25 para cada turma (10: comunidade / 15: pós-graduação)

Local: Rua Loefgreen 2026 (CeHFi).

Ementa e Objetivo Geral:

A partir da leitura e discussão de obras clássicas da literatura, o Laboratório de Humanidades visa promover uma abertura para a dimensão humanística do conhecimento, entendendo as humanidades e, em especial a literatura, como meio de humanização no âmbito da pesquisa e da prática profissional em saúde.

Objetivos Específicos:

- Fomentar e promover o hábito da leitura dos clássicos da literatura universal;

- Oferecer um espaço de compartilhamento de impressões e idéias suscitadas pela leitura dos clássicos;

- Levantar questões essenciais referentes ao processo de humanização individual e coletiva;

- Confrontar leituras e discussões com a prática cotidiana, profissional e de pesquisa;

- Gerar um espaço de socialização e humanização a partir da troca de idéias e concepções;

- Fornecer um amplo repertório humanístico para o pesquisador pós-graduando na área da saúde.

Metodologia:

Leitura de obras pré-determinadas da Literatura Universal e encontros semanais para discussão sobre as mesmas, na seguinte dinâmica:

- Encontro inicial: apresentação dos objetivos e metodologia

- Encontro de Histórias de Leitura

- Encontros de Itinerário de Discussão: levantamento e discussão de impressões, questões e idéias.

- Encontro de sistematização e conclusão: Histórias de Convivência.

O Ciclo de Encontros do LabHum são semestrais. Um mês antes do encontro do Ciclo um livro é escolhido e proposto. Ao iniciar o Ciclo os participantes já deverão ter feito a leitura.

Programação:

O LabHum conta com duas turmas: uma às terças-feiras, das 12h15 às 13h45 e outra às sextas-feiras, das 12h00 às 13h30. Cada uma terá 10 encontros. O aluno deverá optar por um destes dois horários e deverá permanecer nele até o final do ciclo.

Neste ciclo as obras a serem discutidas serão: Fahrenheit 451, de Ray Bradbury e A Morte de Ivan Ilitch, de Léon Tolstói.

Aulas da turma de terça: 4/9, 11/9, 18/9, 25/9, 1/10, 8/10, 15/10, 22/10, 29/10 e 6/11

Aulas da turma de sexta: 24/8, 31/8, 14/9, 21/9, 28/9, 5/10, 19/10, 26/10, 9/11 e 23/11

Avaliação:

Ao aluno de pós-graduação será exigido um relatório escrito sobre o impacto da experiência do LabHum e comentários a respeito dos livros lidos.

Bibliografia Complementar:

GALLIAN, D.M.C. A Literatura como Remédio – Os Classicos e Saúde da Alma. Editora Martin Claret, São Paulo, 2017.

RIBEIRO, M.; SAKAMOTO, J. ; GALLIAN, D. M. C. A cultura estética e a educação do gosto como caminho de formação e humanização na área da saúde. Trabalho, Educação e Saúde (Online), v. 12, p. 15-28, 2014.

BITTAR, Y, SOUZA, M.S, GALLIAN, D.M. A Experiência Estética da Literatura como Meio de Humanização em Saúde: O Laboratório de Humanidades da EPM/UNIFESP. Revista Interface, v.17, n.44, p.171-86, jan./mar.2013.

GALLIAN, D. M. C.; LIMA, C. C. ; DE BENEDETTO, M.A.C. ; GUZMAN, S. M. . Humanidades e humanização em saúde: a literatura como elemento humanizador para graduandos da área da saúde. Interface (Botucatu. Online), v. 18, p. 139-150, 2014.

GALLIAN, D.M.C. Literatura e Formação Humanística em Medicina: o Experimento do Laboratório de Humanidades da EPM/UNIFESP. Revista de Medicina (USP), v. 91, p. 174-177, 2013.

GALLIAN, D.M.C., PONDÉ, L.F., RUIZ, R. Humanidades, Humanismos e Humanidades: problematizando conceitos e práticas no contexto da saúde no Brasil. Revista Internacional de Humanidades Médicas. Vol 1, n. 1, p. 5-16, out/dez, 2012.

GALLIAN, D.M., RUIZ, R. O Bem, o Mal – é tudo igual? O drama das palavras e paixões em Macbeth de Shakespeare. Memoramdum, v. 23, p. 198 – 209, out 2012.

GALLIAN, D.M. A Cultura Contemporânea na Clínica de Joseph Ratzinger: as patologias da modernidade e a terapêutica da humanização. Memorandum, v. 21, p. 249-260, out 2011.

ORTEGA Y GASSET, José, A Desumanização da Arte, São Paulo, Cortez, 5a edição, 2005.

---------------------------------- A Missão da Universidade. Rio de Janeiro, Eduerj, 1999.

PEIPER, Josef, A Abertura para o Todo: a Chance da Universidade. Ensaio. São Paulo, Apel, 1989.

RIBEIRO, Renato Janine. Humanidades; um novo curso na USP. São Paulo, Edusp, 2001.

RUIZ RETEGUI, Antonio, Pulchrum. Reflexiones sobre la Belleza desde la Antropologia cristiana. 2ª ed., Madrid, Rialp, 1999.

TEIXEIRA COELHO. “A Cultura como Experiência”, in RIBEIRO, Renato Janine (org.) Humanidades; um novo curso na USP. São Paulo, Edusp, 2001.

 

 


Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde - CEHFI
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Ministério da Educação

Rua Loefgreen 2032, Vila Clementino, São Paulo, SP.

Fones: 55-11-55764848 ramal 2533 ou 2532