2015 - Entre o Técnico e o Humano: vivências e questionamentos de farmacêuticos (por GABRIEL BARRETO ROSSELLO)

GABRIEL BARRETO ROSSELLO

Entre o Técnico e o Humano: vivências e questionamentos de farmacêuticos hospitalares da cidade de São Paulo através de narrativas de História Oral de Vida.

Dissertação apresentada à Universidade Federal de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências.

SÃO PAULO
2015

Orientador: Dante Marcello Claramonte Gallian

RESUMO

O Farmacêutico Hospitalar é um profissional que visa cuidar da terapia medicamentosa dos pacientes em ambientes hospitalares. Este trabalho teve como objetivo abordar uma discussão sobre a atualidade destes profissionais que trabalham na área da farmácia hospitalar em São Paulo; entender seu lugar no atual contexto de atenção à saúde, suas expectativas e reivindicações. Foi desenvolvido um estudo qualitativo fundamentado na História Oral de Vida como abordagem metodológica apropriada para atingir nossos objetivos. Realizamos sete entrevistas, as quais seguiram um conjunto de procedimentos exigidos pela História Oral: gravação das entrevistas; confecção do documento escrito: transcrição, textualização e transcriação; conferência e validação do documento escrito; análise e devolução do produto final. Desta forma, por intermédio de entrevistas abertas feitas a profissionais de farmácia hospitalar foram gerados os dados que posteriormente submeteram-se a análise baseada no modelo fenomenológico de imersão e cristalização. Através das histórias de vida dos colaboradores foi possível identificar os seguintes temas: a dificuldade da escolha pela profissão farmacêutica; que a classe farmacêutica tem questionamentos importantes dos modelos educativos atuais; que a atenção farmacêutica apresenta-se como uma alternativa atraente, embora a implementação e a consolidação no Sistema Único de Saúde seja dificultosa, e por fim, observou-se que farmacêutico hospitalar tem conquistado espaço nos hospitais, mas precisa desenvolver ainda mais sua presença com pacientes para proporcionar benefícios à saúde da população. Esses achados deram espaço para abordar a discussão sobre a humanização e a desumanização como um tema emergente na profissão . Os resultados obtidos são de grande importância para se repensar as abordagens educacionais e a implementação de políticas públicas que envolvem a inserção dos farmacêuticos na atenção à saúde hospitalar.

Palavras chave: Farmacêuticos - Pesquisa qualitativa - Narrativas - Serviço de Farmácia Hospitalar.

Leia a dissertação na íntegra: Volume 01 - Volume 02

Ficha Catalográfica:

Rossello, Gabriel Barreto. Entre o Técnico e o Humano: vivências e questionamentos de farmacêuticos hospitalares da cidade de São Paulo através de narrativas de História Oral de Vida. Volume 1 / Gabriel Barreto Rossello. – São Paulo, 2015.
XI, 112f.
Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de São Paulo, Escola Paulista de Medicina.
"Between Technical and Human: experiences and questions of hospital pharmacists from São Paulo through Oral History narratives of Life."
Palavras chave: 1. Farmacêuticos. 2. Pesquisa qualitativa. 3.Narrativas. 4.Serviço de Farmácia Hospitalar.

 


Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde - CEHFI
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Ministério da Educação

Rua Loefgreen 2032, Vila Clementino, São Paulo, SP.

Fones: 55-11-55764848 ramal 2533 ou 2532