2013 - A ACUPUNTURA NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: História Oral e Memória - SABRINA PEREIRA ROCHA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA
DEPARTAMENTO DE MEDICINA PREVENTIVA

A ACUPUNTURA NO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE NO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO: História Oral e Memória

SABRINA PEREIRA ROCHA

 

Orientador: Dr. Dante Marcello Claramonte Gallian
Co-orientadora: Dra Fabíola Holanda Barbosa Fernandez

Tese apresentada à Universidade Federal de São Paulo para obtenção do título de Mestre em Ciências.
São Paulo, 2013

RESUMO

A acupuntura é uma modalidade de tratamento da Medicina Tradicional Chinesa que visa à terapia das doenças e desarmonias pela aplicação de estímulos em locais anatômicos definidos. O presente estudo objetivou explorar as diversas fases que a acupuntura atravessou até sua aceitação no meio médico e inserção no Sistema Único de Saúde no Município de São Paulo, tomando como base as experiências de vida dos profissionais praticantes desta técnica. Analisou, através das narrativas, como ocorre a mediação entre a visão da Medicina Tradicional Chinesa e da Medicina Ocidental no espaço público, bem como o posicionamento dos diferentes praticantes de acupuntura quanto à necessidade da regulamentação desta prática no Brasil. Utilizamos a História Oral de Vida como método, pois tal abordagem metodológica demonstrou ser a mais adequada frente aos objetivos propostos de acessarmos a dimensão das experiências humanas envolvidas nesta trajetória de lutas e desafios, possibilitando a construção de uma história mais humanizada, que concordou também com os objetivos mais amplos desta pesquisa que se insere na linha de pesquisa de Humanidades e Humanização em Saúde. A História Oral segue um rigoroso conjunto de procedimentos para a constituição das narrativas, que garantem a ética e a validade das mesmas como documentos a serem analisados. Realizamos dez entrevistas, as quais foram realizadas seguindo o conjunto de procedimentos exigidos pela História Oral: gravação das entrevistas; confecção do documento escrito: transcrição, textualização e transcriação; conferência e validação do documento escrito; análise; devolução do produto. As informações contidas nas narrativas foram analisadas e, posteriormente, tomando como referencial a abordagem de interpretação denominada imersão/cristalização, como sugerida por Borkan (1999), foram estabelecidas as categorias de análise, visando compreender as questões centrais do trabalho. Os resultados confirmaram nossas expectativas de que a utilização da História Oral de Vida foi a abordagem mais adequada a este estudo. Através das histórias de vida dos colaboradores foi possível observar que: a escolha pela acupuntura esteve intimamente relacionada à crise do modelo médico ocidental; frente à crise da medicina e a emergência de um novo paradigma na saúde, a acupuntura vem exercendo um importante papel neste cenário, perpassando sua função central e inegável de proporcionar benefícios à saúde da população; a implementação e a consolidação da acupuntura constitui-se um xii complexo processo que, apesar de ser uma realidade cada vez mais presente, existe ainda um extenso caminho para sua implementação e consolidação no Sistema Único de Saúde. Desta maneira, o interessante é uma proposta de complementaridade entre as práticas ocidentais e orientais, através do estabelecimento de um caminho intermediário de saberes e práticas construídas a partir de uma concepção holística, não centralizada na doença, mas sim no indivíduo. Palavras-chave: Acupuntura, História Oral de Vida, Entrevista, Sistema Único de Saúde.

Veja o texto integral

 


Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde - CEHFI
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Ministério da Educação

Rua Loefgreen 2032, Vila Clementino, São Paulo, SP.

Fones: 55-11-55764848 ramal 2533 ou 2532