2015 - SILVA - Humanização na área da saúde: um problema político ou cultural?

Marlon Ribeiro da Silva, Universidade Federal de São Paulo, Brasil

Revista Internacional de Humanidades Médicas Volume 4, Número 1, 2015, <http://salud-bienestar-com>, ISSN 2254-5859

Resumo: No Brasil, desde 2004, existe a Política Nacional de Humanização, que busca humanizar os serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). Neste artigo procuraremos, em contraposição aos valores filosóficos que norteam tais diretrizes politicas, trazer uma colaboração referenciada nos filosofos Immanuel Kant e Friedrich Schiller, pensando a humanização não como resultado de iniciativas politicas, normativas ou legislativas mas, antes, como um processo educacional, contíno e, acima de tudo, estético, com base na experiencia da arte e da “educação do gosto”. Procuraremos, assim, partindo de uma reflexão puramente teórica, sugerir um conceito de humanização a partir de uma perspectiva humanística.

Palavras-chave: humanização em saúde, filosofia estética, politicas de humanização, educação do gusto

Abstract: Since 2004, in Brazil, there is the National Humanization Policy, which tries to humanize the services of the “Sistema Único de Saúde” (SUS). In this article we’ll seek, in counterpoint to the philosophical values that head such political guidelines, to bring a colaboration referenced on the philosophers Immanuel Kant and Friedrich Schiller, thinking the humanization not as results of political initiatives, normative or legal, but rather, as an educational process, continuous and, above all, aesthetical, based on the art experience and on the “taste education”. We’ll seek, starting with a purely theoretical reflection, to suggest a humanization concept out of a humanist perspective.

Keywords: Humanization in Health, Aesthetical Philosophy, Humanization Policies, Taste Education

Artigo completo

 


Centro de História e Filosofia das Ciências da Saúde - CEHFI
Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP
Ministério da Educação

Rua Loefgreen 2032, Vila Clementino, São Paulo, SP.

Fones: 55-11-55764848 ramal 2533 ou 2532