Você está aqui: Página Inicial

APG-UNIFESP EM LUTA! Gestão 2015/16

APG EM LUTA: Gestão 2015-2016

Podemos encarar com muita estranheza a diferença de engajamento político e de luta por direitos entre os graduandos e pós-graduandos no Brasil. Nós da pós-graduação, que gostamos tanto de sermos chamados de pesquisadores, não podemos esquecer, ou nos abster, das lutas correntes do cotidiano. Não podemos resumir nossas vidas aos laboratórios e aos livros que fundamentam nossas pesquisas. Não podemos nos acomodar pelo fato de já ter uma bolsa de estudos e esperar que em época de luta por reajuste os órgãos de representação estudantil militem por nós. 
A APG-UNIFESP é considerada umas das primeiras (se não a primeira) organização de representação dos pós-graduandos no Brasil. Devemos assumir, como estudantes, pesquisadores, professores, trabalhadores, por fim, humanos, que a construção do mundo é, também, responsabilidade nossa. Não poderíamos, tendo em vista o sucateamento das universidades públicas e do ensino de modo geral, nos abster da luta pela educação pública, gratuita, universal e de qualidade. Desta forma, nós da nova gestão da APG-UNIFESP, gestão APG EM LUTA 2015-2016, queremos começar nos apresentando a todos os estudantes e comunidade em geral, como uma gestão de luta. Não iremos nos abster de nossos sonhos e dos desafios que vislumbramos pela frente.
Queremos afirmar nosso compromisso de que procuraremos ser relevantes em todas as frentes de lutas que os pós-graduandos enfrentam e, de forma organizada e democrática, esperamos trazer de volta uma cultura de reinvindicação e insurgência no que se refere aos nossos direitos e melhoria da qualidade do nosso ensino, pesquisa e vida.
Nos comprometemos a lutar:
*por mais investimentos em Ciência e Tecnologia Públicas.
*pela paridade, através de eleição direta e paritária entre as categorias universitárias pelos órgãos centrais e demais órgãos colegiados da Unifesp.
*por fortalecer o tripé ensino, pesquisa e extensão
*contra a EBSERH e as OS. Por um HSP 100% SUS;
*pelo reajuste anual das bolsas conforme índice de reajuste fixo;
*por uma educação libertadora, que não reproduza as opressões e relações de poder desiguais.
*pela ampliação dos recursos de apoio à pesquisa;
*pela ampliação de recursos financeiros de apoio a divulgação de produções científicas em eventos;
*por pautar pela melhoria da qualidade científica, discutindo os rumos da pesquisa acadêmica, questionando a priorização de quantidade de produção;
*pela implantação do sistema de cotas na pós-graduação.
*pelo diálogo interdisciplinar entre os programas de pós-graduação;
*para fortalecer a relação da rede do movimento estudantil em conjunto com os representantes discentes dos programas de pós-graduação e com a ANPG;
*pela integração dos campis e programas de toda a UNIFESP: Não aceitamos ser o centro do mundo por estarmos no Campus São Paulo. Queremos representações fortes e relevantes, organizadas e unidas em toda a universidade. Lutaremos juntos!
*por melhores condições permanência estudantil como: moradia, igualdade no valor das refeições com os graduandos, transporte, passe livre estudantil, creche para os filhos de alunos e atendimento psicológico
*pela implementação do auxílio para impressão de dissertações e teses;
*pela qualificação da formação voltada para a docência;
*pela implantação de um canal de denúncia contra a discriminação e os abusos sexuais e morais na universidade realizando um levantamento periódico servindo de apoio e orientação aos alunos assim como levar às instâncias cabíveis na universidade.
*para impulsionar a criação de Pontos de Carona na universidade. 
*contra a mercantilização da cultura. Fortalecer os espaços de convivência, lazer e cultura na universidade;

Além disso, nos organizaremos para realizar:
*uma agenda de debates relevantes para a universidade e a sociedade em geral além de retomada da “Semana dos pós-graduandos da UNIFESP”.
*a Cartilha de apresentação da Universidade: para que os ingressantes possam se alocar e entender o funcionamento da universidade.
*ampliação dos convênios para que os associados tenham descontos em restaurantes, livrarias, cursos, salões de beleza, lojas, etc;

Para tanto, nos comprometemos a ser uma gestão atuante, presente no dia-a-dia dos pós-graduandos, que preza pela democracia, pelo diálogo e integração na pós-graduação, mantendo-os informados das discussões locais e nacionais referentes à Pós-Graduação, representando-os junto aos conselhos nacionais de estudantes de pós-graduação; construindo as lutas estudantis e divulgando amplamente as ações desta gestão através de assembleias, de prestação de contas e das redes sociais.

A gestão EM LUTA 2015/2016 é composta pelos seguintes membros, em gestão compartilhada:

*Cleivânia Lima de Almeida - Programa de pós-graduação em Saúde Coletiva
*Eliziane Inácio Ferreira - Programa de pós-graduação em Saúde Coletiva
*Jayne Guterres de Mello - Programa de pós-graduação em Distúrbios da Comunicação Humana (Fonoaudiologia)
*Marlon Ribeiro da Silva - - Programa de pós-graduação em Oftalmologia e Ciências Visuais
*Patrícia Vechia Leiva - Programa de pós-graduação em Saúde Coletiva 
*Pollyana Pimentel de Medeiros - Programa de pós-graduação em Saúde Coletiva
*Sheila Araújo - Programa de pós-graduação em Saúde Coletiva

Ações do documento